Xtratus Intratreino em Pó com Carboidratos e Eletrólitos Limão - 1kg

  • Marca: Xtratus
  • Modelo: Xtratus Intratreino em Pó com Carboidratos e Eletrólitos Limão -
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 189,00

  • em até 2x de R$ 94,50 sem juros
  • Ou pague somente R$ 179,55 à vista no PIX. (5% de desconto)



Xtratus Intratreino Limão é composto de dois carboidratos, glicose e frutose, com a proporção ideal entre eles e com o sódio necessário à absorção da glicose de maneira a não sobrecarregar os transportadores intestinais e todos os eletrólitos necessários para a hidratação. Substitui gel, isotônico e cápsula de sal.

 

Benefícios

Foi desenvolvido para proporcionar reposição energética e eletrolítica, melhorando a performance, aumentando a taxa de oxidação, o aporte de energia para os músculos e também a tolerância gastrointestinal dos atletas aos carboidratos.

Auxilia na hidratação repondo os eletrólitos perdidos no suor.

Totalmente limpo, vegano, livre de alergênicos, conservantes, corantes e aromas artificiais, tem um sabor leve e natural, tornando-se refrescante e eficiente para atletas de todas as modalidades esportivas que buscam repor energia e hidratação nos treinos e competições.

 


Ingredientes

Maltodextrina, frutose, sacarose, limão em pó (Citrus latifolia), minerais (citrato de sódio, cloreto de magnésio, citrato de cálcio, fosfato de potássio), acidulante ácido cítrico. NÃO CONTÉM GLÚTEN.

 

 

Como funciona o Xtratus?

Este suplemento para durante o treino é composto por múltiplos carboidratos (glicose:frutose), com a proporção ideal entre eles (2:1).

Além disso, contém a dose necessária de sódio para a absorção da glicose, bloqueando a sobrecarga dos transportadores intestinais.

No entanto, outro fator principal pelo qual muitos atletas de elite estão usando o Xtratus para quebrar seus recordes, sem nenhum desconforto gastrointestinal, é a qualidade dos ingredientes.

A utilização de ingredientes limpos e naturais, com laudos de isenção de transgênicos, alergênicos e contaminação cruzada, totalmente isentos de aromas, aromatizantes, conservantes e corantes, evita processos inflamatórios no aparelho digestivo.

Esta é a missão do Xtratus Endurance Fluids. Fornecer energia, hidratação e reposição de eletrólitos de forma natural, melhorando o desempenho, aumentando a taxa de oxidação, o aporte de energia aos músculos e a tolerância gastrointestinal para que qualquer atleta possa ir além de seus limites.

 

A importância dos carboidratos

São nutrientes fundamentais na dieta de atletas amadores ou profissionais, pois geram energia para manutenção da intensidade ao longo do exercício.

Ao realizar exercícios de intensidade moderada ou de longa duração, pode ocorrer fadiga, devido ao consumo de glicogênio muscular e hepático. Quanto mais você treina, mais glicogênio é consumido para manter a energia.

Portanto, a demanda energética em treinos longos é disponibilizada por meio da sintetização dos carboidratos presentes no organismo.

 

O que acontece no corpo?

Nas últimas décadas, a nutrição esportiva evoluiu com estudos em animais e humanos e demonstrou a importância da pré-nutrição e da ingestão decarboidratos ao longo do dia, antes, durante e após o treino.

Após a ingestão dos carboidratos e seu processo de digestão e absorção, dois substratos importantes são formados para serem utilizados durante os treinos: glicogênio muscular e hepático.

O glicogênio hepático (produzido no fígado) é a fonte imediata para manter a glicemia durante o treino. No entanto, esse estoque é limitado.

Em torno de 40 a 60 minutos após o início da atividade, esses estoques que mantêm a glicemia são reduzidos e novas reposições de glicose são necessárias por meio da suplementação.

Se a suplementação de carboidratos não for realizada, outra via metabólica para a produção de glicose no sangue é ativada: a gliconeogênese.

A gliconeogênese produz glicose a partir de três fontes: lactato, glicerol e aminoácidos.

O lactato é produzido através do metabolismo energético e transportado para o fígado (Ciclo de Cori), formando glicose e liberando-a na corrente sanguínea.

A lipólise, ou seja, a quebra da gordura corporal a partir da oxidação dos triacilgliceróis, libera o glicerol na corrente sanguínea, que é transformado em glicose no fígado e ajuda a manter a glicemia.

Os aminoácidos, no entanto, estão disponíveis através da quebra da proteína muscular para a formação de glicose. Esse mecanismo faz com que a massa muscular seja utilizada como fonte de energia durante treinos prolongados.

Para evitar que isso aconteça, é fundamental manter a suplementação de carboidratos durante todo o treino, principalmente aqueles que duram mais de 1h30.

 

Glicogênio Fígado e Muscular

Assim como o glicogênio hepático é importante para manter a energia durante os treinos, o glicogênio muscular é essencial para manter a intensidade do treino.

O músculo é um tecido egoísta. Os substratos nele armazenados são utilizados apenas para essa manutenção energética e esses estoques também são limitados.

Após a redução e esgotamento total do glicogênio muscular, a suplementação é importante para manter esse aporte de energia aos músculos, e é aí que entra o Xtratus.

A ingestão de carboidratos durante exercícios mais longos aumenta a capacidade e o desempenho, reduzindo o custo da produção de oxigênio.

A energia produzida através do metabolismo dos carboidratos é maior devido à disponibilidade de substratos e mais simples devido às suas vias metabólicas em relação aos substratos gordurosos.

O rendimento energético pelo volume de oxigênio proveniente do carboidrato, portanto, é maior e mais fácil para o organismo do que quando comparado aos substratos gordurosos.

Além disso, outro papel fundamental dos carboidratos nesses momentos de treino intenso é que esses nutrientes são veículos importantes para a absorção de micronutrientes e eletrólitos.

 

Absorção Intestinal

Carboidratos são moléculas formadas por carbono, hidrogênio e oxigênio. Eles podem ser classificados de acordo com o grau de polimerização e podem ser inicialmente divididos em três grupos:

• Monossacarídeos

• Dissacarídeos

• Oligossacarídeos

Glicose, frutose e galactose são os monossacarídeos presentes na dieta. A glicose é a única coisa que pode ser oxidada no músculo para energia.

Frutose e galactose devem ser convertidas em glicose no fígado e então oxidadas.

Os dissacarídeos mais importantes na dieta são a sacarose, que é uma combinação de glicose e frutose, lactose e maltose.

Além das quantidades, o tipo de carboidrato é importante para o desempenho adequado do treinamento de resistência.

Estudo

Diferentes bebidas com carboidratos e placebo foram testados em ciclistas que pedalaram por 2h em um cicloergômetro a 54% do consumo máximo de oxigênio.

Os pesquisadores usaram três bebidas durante o estudo: água (placebo), bebida de glicose (1,8 g/min) e a bebida combinada de glicose:frutose (2:1 com a mesma taxa de oxidação de 1,8 g/min)/min).

Os ciclistas que ingeriram a bebida mista com carboidrato tiveram melhor desempenho, média de 275W em relação ao grupo que consumiu a bebida com glicose, média de 254W.

Além disso, outros estudos foram realizados e mostraram uma redução nas cólicas gastrointestinais em ciclistas. Neste estudo, os autores utilizaram uma solução de maltodextrina: frutose.

A explicação para esses efeitos positivos na mistura de carboidratos está relacionada ao intestino.

A glicose é absorvida através do SGLT1 (Sodium Glucose Transporter) que é um transportador localizado na membrana intestinal. Este transportador tem uma forte afinidade por glicose e galactose.

A frutose é absorvida por outro transportador, chamado GLUT5. Quando essa combinação de carboidratos é produzida, os transportadores não ficam saturados e, portanto, oxidam mais glicose, gerando mais energia.

Outro dos benefícios do consumo é a redução dos sintomas gastrointestinais que acometem corredores e triatletas.

É importante lembrar que o SGLT1 transporta glicose por meio de um mecanismo de transporte ativo secundário relacionado ao sódio. Sem a presença do sódio na mistura de carboidratos, essa absorção não ocorre.

Por isso, o Xtratus Endurance foi elaborado com diferentes carboidratos, com relação ideal entre glicose e frutose, além de possuir o sódio necessário e outros minerais responsáveis por repor seus níveis de energia e minerais perdidos no suor durante as atividades.

Além de estimular a absorção de glicose, o sódio também auxilia na absorção de água no lúmen intestinal para reidratação durante o treino.

 

Sugestão de Uso
 

Como ponto de partida, misture 1 a 2 medidas (scoop*) em 700ml de água para cada hora de exercício conforme a intensidade da atividade. Agite bem até dissolver o conteúdo e consuma durante a atividade física. O produto misturado deve ser consumido no prazo máximo de um dia.

1h a 1h30 de exercício: 1 a 2 scoops (aprox. 30-60g) em 700ml de água.
1h30 a 2hs de exercício:  2 a 4 scoops (aprox. 60-120g) em 700ml de água.
2hs a 3hs de exercício: 1 a 2 garrafas com 3 scoops (aprox. 90g) e 700ml de água em cada uma. 
Mais de 3hs de exercício: 2 a 3 garrafas com 3 scoops (aprox. 90g) e 700ml de água em cada uma. 

 
Sem conservantes, corantes e aromas artificiais. Xtratus é Simples e Natural.

*Scoop incluso na embalagem. Recomendamos a utilização nas proporções indicadas acima para obter o resultado esperado. Se necessário, consulte seu nutricionista.

Conteúdo por embalagem: 1Kg

Avalie este produto

    Ruim           Ótimo
Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade.